Buscar

Cólica: como lidar com isso!

Atualizado: 8 de jan. de 2019

Cerca de 50% das mulheres pode sentir cólica menstrual em algum momento da vida. E as dores podem ser fortes, interferindo negativamente na sua rotina. Geralmente, o que causa a cólica é a produção de prostaglandina, um hormônio responsável pela contração do útero nessa fase. Porém, algumas patologias podem causar uma cólica mais intensa, como miomas uterinos, alterações nos ovários, endometriose, pólipos, entre outros. Portanto, se sua cólica for muito forte ou vier associada a outros sintomas como enjoo, diarréia e dor de cabeça, o ideal é conversar com a sua ginecologista. Agora, para aquela dorzinha normal da menstruação é possível adotar algumas medidas que ajudam a amenizar o problema: - Relaxe! - Deite com a barriga para baixo, apoiada em um travesseiro. Aposte em bolsas de água quente ou massagens suaves no abdômen e nos pés; - Faça exercícios leves - alongamento, ioga, caminhada. Feitos de forma regular e moderada, liberam endorfinas que ajudam a relaxar e proporcionam sensação de bem estar; - Chás são aliados - a canela age como analgésico, amenizando a cólica, portanto, boa pedida nesse período. Chás de hortelã, camomila e erva cidreira, com propriedades calmantes, também ajudam. Só recorra a medicação com orientação médica! E fique alerta aos sinais do seu corpo! Lembre-se: a mulher deve ser avaliada periodicamente pelo seu ginecologista para descartar doenças graves que podem se manifestar com dores do tipo cólica. Apesar de muitas vezes ser intensa, a cólica pode ser tratada e praticamente passar despercebida, sem prejudicar a rotina da mulher. Se você sente dores no período menstrual, converse com a sua ginecologista.

Dra Nathalie Raibolt Ginecologista, especialista em Patologia Cervical e Vulvar CRM-RJ - 5288532-0 www.facebook.com/dranathalieraibolt

#DraNathalieRaibolt #Colica #Menstruacao #TPM

8 visualizações