Buscar

Pílula do Dia Seguinte

A pílula do dia seguinte também é conhecida como contraceptivo DE EMERGÊNCIA, portanto, não é para ser usada com frequência! Se você tentou outro método e ele falhou (a camisinha estourou, esqueceu a pílula...) ou teve relação sem proteção, o ideal é tomar a pílula do dia seguinte o mais rápido possível. Apesar de a recomendação ser de até 72 horas após a relação, o medicamento é mais efetivo se tomado nas primeiras horas. E, a cada dia que passa, a sua eficácia diminui. . Ela pode ser encontrada em cartelas com 2 comprimidos - que devem ser tomados com intervalo de 12 horas - ou em dose única, que é a melhor opção para as esquecidas de plantão... . Se você tomou a pílula do dia seguinte e teve nova relação sexual desprotegida (não façam isso, por favor!) após 24 horas, é possível tomar uma segunda dose. Mas lembre-se: o uso repetido da pílula do dia seguinte pode causar efeitos colaterais desagradáveis.

E vale ressaltar que a pílula do dia seguinte NÃO protege contra doenças contagiosas (já lembrei vocês de que elas estão bem frequentes, por aí! Não é só campanha da televisão!). Se você teve relação desprotegida e tem risco de IST, converse com a sua ginecologista.

Dra Nathalie Raibolt Ginecologista, especialista em Patologia Cervical e Vulvar CRM 5288532-0

www.facebook.com/dranathalieraibolt

12 visualizações